sábado, 2 de junho de 2012

Curiosidades sobre Leopardos


Os leopardosOs Leopardos


O leopardo ou pantera (Panthera pardus) é uma espécie de felino que se pode encontrar actualmente na Ásia e em África.
O peso do leopardo adulto varia entre os 40 e os 90 kg para o macho e entre os 30 e os 60 kg para a fêmea (dimorfismo sexual importante como em todos os grandes felinos). O comprimento do corpo varia entre os 90 cm até cerca de 1,60 m. A subespécie Africana pode chegar a medir até 1,90 m. A sua altura até ao corpo varia entre as 45 e os 80 cm e a sua cauda pode medir até 100 cm. A cauda serve principalmente para equilibrar-se quando anda pelas árvores. O tempo médio de vida chega até à dezena de anos mas podem chegar até aos 20 anos em cativeiro.
O leopardo é um animal especialmente solitário excepto durante a altura do cio (cerca de quinze dias por ano). O macho e a fêmea suportam-se durante esse curto espaço de tempo para acasalarem. O período de gestação é de três meses e meio para a fêmea e pode ter de duas a três crias.
Certos leopardos podem ser pretos e nestes casos são chamados “panteras negras”. Não se trata de uma subespécie distinta mas sim uma variação devido ao excesso de pigmentação: a pele conserva as suas manchas mas estas não são visíveis. Apesar de surgir em outros felinos, esta mutação afecta preferencialmente os exemplares asiáticos, como os leopardos das florestas tropicais e das ilhas de Java e de Sumatra, como também na Malásia onde um leopardo em cada dois é preto.
O corpo do leopardo está “adaptado” para a agilidade, daí a sua facilidade em subir as árvores: dispõe de um tórax poderoso e de patas bem desenvolvidas. Frente a outros predadores, o leopardo pode até levar as presas para cima das árvores. É um animal forte. Tanto que seria capaz de içar o corpo de uma cria de girafa, cujo peso pode alcançar os 125 kg.
Terminamos dando mais algumas informações acerca dos leopardos: estes podem alcançar uma velocidade máxima de 58 km/h, saltar três metros de altura e em corrida consegue saltar até aos 15 metros de comprimentos.

---------------------------------------------------------------------------
Leopardo Africano

O Leopardo Africano (Panthera pardus pardus) é o mais comum das subespécies de leopardos.
É o maior leopardo de todos (e o com mais exemplares existentes, como já tínhamos dito anteriormente). O seu peso pode chegar inclusive até aos 90 kg para os machos, com um comprimento de até 1,90 m, onde quase um metro é derivado da cauda. As fêmeas são, geralmente, 40% mais pequenas.
Encontramo-los principalmente em África Saariana, onde são relativamente comuns. O seu habitat é variado. Podemos encontrar Leopardos Africanos na savana (Quénia e Tanzânia), na floresta (Gabon e Congo) mas sei esquecer da montanha (África do sul e Zimbabué). Há exemplares nas zonas desérticas de Kalahari em Namíbia e nos pântanos de Okavango em Botsuana.
Leopardo AfricanoLeopardo Africano
A sua alimentação também é bastante variada: gazelas, antílopes, babuínos, macacos, pequenas zebras e gnus, carne de porco, lebres, serpentes, chacais, peixes, etc.

--------------------------------------------------------------------------
Leopardo das Neves

O Leopardo-das-neves é uma espécie de felino das altas montanhas. Podemos encontrar exemplares desta espécie nos vales das montanhas da Ásia central, a alturas de 5500 metros.
O Leopardo-das-neves podem ser encontrados na Mongólia, oeste e sul da China, o Nepal, os Himalaias, Tibete, Afeganistão, Paquistão, … como vemos, encontra-se por toda uma superfície de cerca de um milhão de kilómetros quadrados. Este felino vive geralmente debaixo do limite das neves. No Verão, entre os 2700 e os 6000 metros de altitude. No Inverno desce para os 1000 metros. Graças à sua pelagem densa e os seus sólidos pulmões, não fica afectado pela falta de oxigénio do local.
O Leopardo-das-neves possui uma pelagem comprida e espessa, vai desde do cinzento claro ao cinzento creme. A parte inferior da sua pelagem é mais branca enquanto a zona dorsal está cheia de manchas escuras em forma de anéis (separados ou não). O leopardo-das-neves apresenta patas de grandes e orelhas curtas e arredondadas. O peso deste leopardo ronda entre os 25 e os 50 kg. O seu comprimento varia entre um 1 metro e 1,30 metros. A sua cauda é longa, entre os 90 cm e 1 m de comprimento. Esta ajuda a manter o equilíbrio em zonas mais perigosas.
Sabemos que o Leopardo-das-neves é um animal muito solitário que ocupa um grande território. Tanto que a única fêmea encontra-se num vale inteiro. É um felino excessivamente raro e difícil de observar na natureza devida a inacessibilidade do seu habitat. Para alimentar-se, este caça íbex, markhors e gazelas do Tibete. Também caça presas mais pequenas como marmotas ou lebres.
Leopardo-das-nevesImagens do Leopardo-das-neves
Todos os dias o Leopardo-das-neves percorre grandes distâncias para procurar as suas presas. Ele procura um local para viver em cavidades de penhascos e parece permanecer fiel aos seus refúgios habituais.
Ao contrário do leopardo comum, o Leopardo-das-neves é activo durante o dia e caça directamente e não utiliza estratégias de ataques surpresa. Os seus grandes olhos estão perfeitamente adaptados para uma visibilidade difícil, o que lhe permite caçar em zonas mais escuras. Apesar do seu grande tamanho, o Leopardo-das-neves ronrona da mesma forma que os pequenos felinos. Graças às suas grandes e musculadas patas posteriores, o Leopardo-das-neves é o melhor saltador entre os felinos. Pode chegar a saltar até de metros de altura. É uma animal que caça em emboscada, para posteriormente lançar-se com um salto sobre a presa.

-------------------------------------------------------------------------
Leopardo do Norte da China

O Leopardo-do-norte-da-China (Panthera pardus orientalis), também chamada “Pantera do amor” devido ao rio Amor, é uma das 8 subespécies de leopardo e a mais ameaçada pela extinção.
Mais pequena do que a sua prima Africana, este leopardo não sobrevive em mais sitio nenhum senão num pequeno território ao longa da fronteira entre a China e a Rússia. Vive nas florestas e nas zonas rochosas do rio Amor.
Este felino pode alcançar os 1,40 m de comprimento com um peso máximo de 50 kg. Nas regiões desérticas, é capaz de sobreviver à seca bebendo apenas a cada dois ou três dias. O leopardo chinês alimenta-se geralmente de javalis e veados.
Leopardo-do-norte-da-ChinaImagens do Leopardo-do-norte-da-China
Infelizmente, a medicina Chinesa descobriu na sua pele virtudes medicinais e por isso foi caçado em excesso. Segundo cientistas Americanos e Russos, actualmente apenas existem entre 30 a 35 exemplares em estado selvagem na região, nos 3 parques naturais ao longo do rio amor.
Os jardins zoológicos (onde no ano 2000 encontraram de 150 a 200 exemplares) parecem ser o último refúgio desta subespécie com um futuro próximo.

------------------------------------------------------------------
Leopardo Nubeloso 

O Leopardo-nubeloso (Neofelis nebulosa), também conhecido por Pantera-nebulosa, é um felino de tamanho médio. As suas dimensões vão desde do 60 a 110 cm de comprimentos. Em relação ao seu peso, este ronda os 20 kg, podendo ir desde dos 15 até aos 25 kg nas fêmeas, enquanto os machos podem alcançar até os 65 kg de peso. O comprimento da sua cauda vai desde dos 50 até aos 90 cm.
Este leopardo tem uma pelagem semelhante ao leopardo comum, claramente marcada por amplas e irregulares manchas escuras que se parecem com nuvens, daí o nome comum e cientifico do animal. Em relação ao seu tamanho, o Leopardo-nebuloso é o felino que tem as maiores presas. Devido essencialmente à diferente estrutura do seu crânio, esta espécie está reconhecida como a única representante do seu género.
Este leopardo é um magnífico trepador que se move graciosamente e agilmente pelos ramos e na maior parte das vezes, a sua cauda é utilizada para equilibrar-se. Mas não é bastante ágil, como também salta com uma precisão incrível de um ramo para outro. Pode correr e saltar de ramo em ramo posicionando-se apenas com uma pata traseira apenas.
Leopardo-nubelosoImagens do Leopardo-nubeloso
A sua destreza nas alturas é tal que muita poucas vezes decide caçar no solo. A sua alimentação centra-se principalmente em animais das árvores: primatas, roedores, aves, … Apesar de em ocasiões aproximar-se de zonas habitadas com o fim de caçar animais domésticos. Estes animais são geralmente galinhas e outros animais do curral.
A sua predilecção pelas alturas, a sua destreza nelas e o seu modo de vida nocturno faz com que o leopardo seja um felino complexo de se observar, o que fez com que este felino seja uma das espécies menos conhecidas actualmente pelos investigadores.

------------------------------------------------------------------
Alimentação

Leopardos: AlimentaçãoO leopardo tem fama de ser um caçador perfeito. As suas capacidades principais são uma aceleração fulminante devido a um efeito de ataque surpresa imprevisível. É um animal que mata com uma facilidade temível as suas presas. Muitos o consideram o predador perfeito.
O leopardo é um animal eclético em relação à sua dieta. Alimenta-se de presas antílopes de tamanho médio: gazelas, nialas, impalas, gnus, pequenas zebras, …
Um leopardo é completamente capaz de abater um gnu ou uma zebra adulta, mas depois não seria capaz de içá-los para cima da árvore devido ao enorme peso destes animais e protegendo assim a sua comida dos leões e das hienas. De resto, o leopardo ignora estes grandes animais para invés caçar mamíferos de tamanho médio, visto que estes já pode transportar.
A sua alimentação também inclui macacos (babuínos, chimpanzés, pequenos gorilas, …), assim como toda a classe de pequenos animais (roedores, coelhos, pássaros, serpentes, insectos e até peixes). Na Índia, a sua alimentação vai desde carne de porco selvagem, crias de veado, pavões, … Em período de grande seca, já se chegou a ver leopardos a atacar crocodilos.
O leopardo mata por estrangulação ou por uma dentada na cabeça e posteriormente iça a sua vitima a uma árvore fora do alcance das hienas, leões, abutres, … Este felino consegue içar também algumas presas mais pesadas do que eles às árvores, graças às suas fortes patas traseira e força da sua mandíbula.
O leopardo prefere caçar impalas (antílopes muito rápidos e ágeis) na escuridão da noite. Os impalas são mais vulneráveis ao anoitecer pois a sua visão nocturna é menos boa do que a dos leopardos. Esta desvantagem faz com que os impalas sejam menos rápidos e menos vigiantes à noite.





opardos

Nenhum comentário:

Postar um comentário